Em homenagem à presidente Dilma, Mais Você investiga como é o Natal Búlgaro

Sobre Ben Popov

Ben Popov escreveu 129 artigos no blog.

Ben Popov é coordenador da Comunidade Búlgara no e profissional de Marketing Digital com mais de 15 anos de experiência. Áreas de interesse: tecnologia, marketing digital, cultura, política, viagens, entre outras. Fala Búlgaro, Inglês, Português e Russo. Entre em contato com Ben nas redes sociais abaixo.

O país de descendência da presidente Dilma Rousseff é a Bulgária. Pensando nisso, o Mais Você desta quinta, 22 de dezembro, levantou curiosidades sobre como o Natal é comemorado no local.

“A gente cansa de dar receitas e mais receitas de peru, rabanada, fios de ovos, de comidinhas tradicionais do Natal brasileiro. Este ano, além de falarmos de tudo isso, ficamos pensando aqui em cardápios diferentes para o Natal. Foi aí que lembramos que a nossa presidente é de descendência búlgara. O pai dela nasceu lá. Fomos, então, procurar saber se os costumes da eram parecidos com os nossos”, destacou Ana Maria Braga.

Em reportagem, o programa mostrou que na Bulgária, o Natal era comemorado no dia 7 de janeiro e o ano novo no dia 14 de janeiro. Isso tudo era por causa do calendário antigo juliano, introduzido na Rússia no final de 1699. O calendário juliano acabou sofrendo sua última modificação em 1582, dando origem ao calendário gregoriano, que é o que a maioria de nós ocidentais conhece e usa.

Com imigrantes do país, Nádia Bochi mostrou que, no Brasil, a maior tradição dos é servir 12 pratos durante a ceia. Cada uma das comidas significa um dos meses do ano. A repórter também confirmou que o povo adora uma festa e faz questão de conservar cada um dos costumes locais.

Helena Milinev é descendente de búlgaros e contou que no Natal na Búlgaria, as crianças saiam de casa em casa carregando uma sacolinha. “Elas ganhavam balas, doces, dinheiro. Não tinha Papai Noel.”, explicou.

Mas tanto lá quanto aqui, o mais importante no Natal é reunir a família, como lembra a pequena Helena Dimov “Natal não é só ganhar presentes, é reunir a família”, disse.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *